A fascinação com a morte é um fenômeno conhecido por todo o mundo. Filmes como “O Albergue”, “Faces da Morte” e uma caralhada de outros são vendidos aos milhares, porque se tem uma coisa que as pessoas gostam, é de ver outras pessoas se FODENDO. E óbviamente a internet não é diferente, com centenas de vídeos chocantes cheios de Gore e sangreira flutuando. Farei então uma breve resenha de três deles.

1°: Retardado tem o rosto quebrado em duas partes.

Link.

Num belo verão, um bando de imbecis decide mergulhar num rio libanês. Infelizmente, porém, um dos mongóis acaba escorregando e bate de cara num pedaço de metal na beirada e sangra pra caralho. O Vídeo então mostra os médicos no hospital tentando encaixar o rosto dele que se dividiu ao meio!  HAHA!

Grau de horripilância: 

Número de pessoas que viram:

2°: Execução Chechena!

Isso é apenas um arranhão!


Link.

Ah, a guerra, a guerra nunca muda. Chechclear é um dos vídeos sangrentos mais antigos da internet, mostrando o quão feia a merda pode ficar durante tempos de violência. Nesse caso, temos um soldado russo tendo o pescoço rasgado com uma faca até ter a cabeça removida. FATALITY!

Grau de Horripilância:

Número de pessoas que viram: 

3°: Hora do Martelo!

Link.

E o nosso último vídeo é o legendário 3 Caras 1 Martelo! Um dos vários vídeos filmados pelos malucos de Dnepropetrovsk, Ucrânia, ele mostra dois favoritos porrando uma vítima indefesa á marteladas até o rosto dele parecer uma pilha de carne moída, logo depois esfaqueando o panaca no bucho com uma chave de fenda e logo depois furando os olhos dele! Oh-la-la!

Grau de Horripilância:

Número de pessoas que viram o vídeo:

Desciclopédia é negócio sério, pessoal, fica a dica.

Todos conhecemos o Pato Donald, eterno personagem da Disney, rival de Mickey e estrela de centenas de desenhos e quadrinhos.

Mas não conhecemos o Pato Dolan, criado pelo Imageboard finlandês Kuvalauta. E sinceramente, Dolan é muito mais foda que Donald.

Uma das maiores modinhas na internet atualmente é o Twitter, um site que permite á pessoa postar de qualquer lugar a qualquer hora em apenas 140 caracteres. Buscando apenas dar uma forma de comunicar e unir as pessoas, o site se popularizou e atualmente conta com milhões de pessoas, incluindo até celebridades. Infelizmente porém, a estupidez é palpável em centenas de milhares de posts que revelam um lado mais sombrio das pessoas, um lado que será apresentado… Agora.

A noite promete!

Porra, antigamente existia a porta de banheiro pra isso!

Alguém ainda assiste Cine Privê?

Ai que medo, umas minas de 14 anos vão me porrar cmofas.

Safadinho, manjando das putarias!

Hahahaha! Seu vampiro de merda é totalmente fictício! Agora a minha esposa, a Rei Ayanami, ela vive no meu coração <3.

Pior sobrenome para se ter! A não ser que fosse Gustavo_Bestialismopedófilo

Eu vi muitos posts no twitter mas esse é o primeiro post que eu vejo.

Não existe honra no mundo dos travecos.

Ao contrário que uns amiguinhos rsrsrs de bunda doída gostariam que fosse verdade, o Internets para Leigos retorna de um mês de férias, com mais babaquice, mais nerdice, mais trollagem e mais falta do que fazer. Porque afinal, coisa ruim como esse blog não morre, certo?

O review de hoje é do jogo mais recente da série Metal Gear Solid, o afamado Peace Walker. Embora o jogo seja aclamado por diversos “críticos” e “fãs” afora, ele é razoávelmente medíocre e aqui está porque.

História 0/10:

Snake enfrentando uma cobra fantasma em Metal Gear Solid 3.

O Jogo conta a história de Solid Snake, que após derrotar Revolver Liquid em Metal Gear Solid 4, resolve montar uma companhia militar com seu amigo, Liquid Bom. Liquid Bom é o irmão bom do Liquid Snake que era o vilão do Metal Gear Solid original, o que explica eles serem parecidos. Eles são contratados por uma loli e um ciborgue para invadir a República Dominicana e ajudar a guerrilha de Fidel Castro á tomar o poder.  Lá eles raptam diversos soldados para se juntar ao grupo de guerrilha, mas encontram a resistência do FBI liderado pelo Hitman Assassino 47 velho.

Ele ainda tem a tatuagem na careca.

Hitman velho sequestrou Otacon, aleijou ele e o forçou a criar Metal Gears Peaces Walkers, que são superiores á Metal Gears comuns por serem feitos de adamantium. 4 deles foram criados: Tanque pequeno, Voador, Tanque grandão e bicho de quatro pernas, todos eles com uma falha estrutural que é a porra de um cilíndro gigante onde fica o piloto. Snake fácilmente derrota os quatro, impede que Hitman velho lance um míssil nuclear na Rússia e se revela como Che Guevara, se tornando ministro da agricultura cubana.

Como podem ver, isso é uma obra de propaganda dos japoneses para induzir nossas mentes a perverter a moral e a família e nos submeter ao jugo do cumunismo, o que vai contra a lei de jeesus.

Outra crítica vai para o fato de Snake Guevara enfrentar tiranossauros em missões aleatórias do jogo. É ridículo acreditar que o governo americano tenha dragões dinossauros capazes de soltar lasers da cauda. Por favor Kojima!

Isso é estúpido, os dinossauros são uma invenção dos evolucionistas.

Jogabilidade 0/10:

A jogabilidade é outro ponto fraco do jogo. Ao invés de usar mecânicas de primeira pessoa como vários outros jogos de ação, EMS insiste em utilizar uma mistura de terceira com primeira pessoa, além de fazer Snake ser um personagem muito frágil. Ora, ao invés de ser um fodão como eu acreditava, ele caiu com apenas algumas rajadas de metralhadora ao investir contra um bando de soldados! Como a Konami acha que vou poder avançar? Me escondendo deles? Sem falar que eu ainda recebo pontos negativos por matar guardas e inimigos, uma baboseira extremamente hippie que não é adotada em jogos de verdade como Half-Life e Gears of War. E pior, metade do jogo é de cutscenes, e não o tipo de ação desenfreada que se espera de um jogo de verdade.

Nota Final 0/10:

Finalmente, EMS é um jogo terrível, assim como outros de sua série