O jogo existe! Que os deuses nos perdoem!

E para comemorar o fato que nossa fraca seleção conseguiu sobreviver o horror que são os ciborgues coreanos, o review de hoje será sobre o filme de terror com a premissa mais hilária que existiu na face da terra: A centopéia humana.

O Trailer dá uma idéia do que é o filme mais lulzístico da face da terra. Sério, não se pode ter uma história melhor que um cirurgião alemão muito maroto sequestrando turistas, cortando seus tendões para que não fujam e fazendo uma experiência bizarra para conectar os cus e bocas dos coitados para formar uma abominação da natureza. Embora não consiga ultrapassar Saló, ele definitivamente passa Caligula em nível de filme mais doente feito nos últimos anos, com efeitos especiais e diálogo que conseguem passar a sensação do que é comer o que outra pessoa está cagando na sua boca toda hora. E a melhor parte? O diretor está fazendo uma continuação que de acordo com ele, faz o primeiro filme parecer a porra de “Meu Pequeno Pônei”. É só aguardar com horror o que isso significa.

Ah, e tem um jogo bem retardado da foto em cima.

Anúncios