O gordo mais famoso da ficção, e uma representação verdadeira dessa escória.

Whee, estreando mais uma categoria de posts, desta vez tratando do pior que a humanidade tem a oferecer. E hoje começamos com um dos mais repulsivos. Gordos. Milhares de anos atrás, a humanidade lutava para sobreviver cada maldito dia contra tigres, mamutes e outros predadores. Nesse contexto, a evolução nos ajudou permitindo que absorvessemos grandes quantidades de calorias para nos manter energizados e permitir que as pessoas pudesem passar um bom tempo sem precisar se alimentar. Com o tempo, essa necessidade se tornou fútil quando o advento da agricultura e do adestramento de animais tirou a necessidade das pessoas de ter de se sujeitar a caçar ou colher alimento. E isso nos leva ao nascimento da obesidade.

Por quê eles são um cancro?

Higiene:

Apenas um um chocolate a mais...

Gordos  são conhecidos por serem pessoas imundas. Entre suas banhas se acumulam todos os dias centenas de pedaços de comida semi digerida em decomposição, sem contar no fato que eles suam pra caralho, fazendo com que um gordo ao meio dia pareça uma galinha coberta de óleo com um fedor que faz um cadáver devorado por urubus parecer um maldito talco de bebê.

Inutilidade.

Genética não dá os colhões para fazer uma maldita dieta.

Ao contrário de aleijados, doentes mentais e pessoas com distúrbios piores, gordos não tem nada para culpar pelo fato de eles serem ineficientes e inúteis em quase todo tipo de trabalho. Até mesmo programador de UNIX, a profissão com o maior número de gordos, sofre pelo fato dos teclados serem pequenos demais para as salsichas repulsivas que gordos chamam de dedos. Gordos não podem realizar trabalhos físicos, difícilmente fazem trabalhos mentais direito e pela higiene mencionada anteriormente dificilmente conseguem trabalhos sociais. Ainda assim, eles conseguem pagar meia tonelada de cheetos ou coxinhas com o seguro desemprego.

Gordice.

O motivo mais contumaz para o ódio aos gordos. Gordos frequentemente cometem o ato da gordice. Gordice é a gigantesca aura de falha que ronda aqueles pesados o suficiente para ter um próprio campo gravitacional. Normalmente eles tentam dar uma de engraçadinhos, querendo justificar que o fato de eles serem desajeitados como um hipopótamo drogado é uma tentativa ridícula de comédia, mas mal sabem eles é que as risadas são da pateticidade desses depósitos de banha.

Próxima terça trataremos de mais pessoas horríveis. Até lá.

Anúncios